Categoria

Dicas

Shocked woman straightening long brown hair with hair dryer and round brush and hair irons at the hairdresser.

Proteção térmica para os cabelos: 8 mitos e verdades

By | Cabelo, Dicas | No Comments

Via: Aneethum
http://blog.aneethun.com/

Se você é uma daquelas pessoas que utiliza aparelhos térmicos no cabelo, em casa ou no salão, este post é para você. Sim, mesmo que seja aquela “secadinha” bem rapidinha. Acredite: a proteção térmica é uma ferramenta inigualável para a saúde dos seus fios.

Mas, se você não está muito familiarizada com este produto e ao tentar pesquisar na internet para incluí-lo em sua rotina, ficou meio perdida com tantas opções e dicas, não se preocupe: listamos alguns mitos e algumas verdades sobre os protetores térmicos.

Vamos lá?

1. Protetores térmicos são todos iguais e podem ser usados para qualquer coisa — MITO

protetores termicos sao todos iguais e podem ser usados para qualquer coisa

Ao ler esta reposta, você pode ter sentido certo desespero ao pensar que, quando o assunto é cabelo, existe uma diversidade de produtos. Se este é o seu caso, calma, nós explicaremos.

Usualmente, produtos capilares não possuem uso universal. Isto é, raramente algum produto é feito para todos os tipos de cabelos. A lógica é simples: cabelos diferentes têm necessidades diferentes. O protetor térmico não foge à regra, afinal, sua escolha deve ser individualizada. Ou seja, você deve escolher com base no seu tipo de cabelo.

Se você possui fios finos, a melhor escolha é um protetor em líquido ou em spray. Isso porque esse tipo de protetor não causa aquele efeito de “peso” e de oleosidade excessiva. Em relação à composição, dê preferência a produtos à base de queratina.

Agora, se seu cabelo tem fios mais grossos, invista em nutrição. Dê preferência à versão em creme dos protetores. Já a composição ideal para seu cabelo é à base de silicones que hidratam e mantém o equilíbrio hídrico dos fios.

Cabelos cacheados são, normalmente, mais finos. Assim, recomendamos as versões: creme, serum ou mousse do protetor.  A dica especial aqui é: dê preferência ao protetor térmico com ação antifrizz e que possua manteigas como a de pistache que define os cachos e controla o volume.

Cabelos crespos possuem necessidades muito semelhantes aos cabelos cacheados. Se o seu cabelo é crespo e cacheado, opte pelo produto em creme. Agora, se seu cabelo for crespo e do tipo mais fino, opte por protetores térmicos em versão sérum e em spray. No caso de cabelos quimicamente tratados, finalizadores que possuam aminoácidos são uma excelente opção, pois trabalham na restauração além de proteger as madeixas.

2. Aquecer o protetor termoativado com as mãos antes melhora o efeito do produto  — VERDADE

aquecer o protetor termoativado com as mãos antes melhora o efeito do produto

Esta, inclusive, é uma excelente dica. Aquecer o produto com as próprias mãos antes de aplicá-lo ajuda sim. Isso porque o produto é termoativado. No entanto, não exagere: não é necessário levá-lo ao micro-ondas antes.

O preaquecimento nem mesmo é uma exigência. Lembre-se que, de qualquer forma, você usará algum aparelho térmico nos seus cabelos, afinal, esse foi o motivo que levou você a adquirir um produto termoativado.

Além de aquecer o produto com as mãos, para facilitar a aplicação, vale separar os cabelos em mechas e usar um pente para fazer uma distribuição uniforme do produto sobre os fios.

3. Não preciso usar proteção térmica, pois faço um uso super rápido do secador/difusor — MITO

nao preciso usar protetor termico pois faco uso rapido do secador

Mesmo que você faça um uso super rápido do secador/chapinha/difusor/babyliss, o uso da proteção térmica é super recomendada. “Ah! Mas eu só uso para não sair com o cabelo pingando de casa. Meio minuto e pronto”. Ainda sim recomendamos a proteção térmica. Embora o uso não seja prolongado, esta prática pode ser contínua e qualquer ação térmica aplicada aos cabelos com frequência causa danos.

O protetor cria uma barreira que protege seu cabelo do calor, evita a perda de água, facilitando a escova, proporcionando maciez e brilho. Mas, se estes tópicos ainda não foram o suficiente para convencê-la, aí vai mais alguns motivos: ele, ainda, previne o aparecimento do frizz e das pontas duplas quebradiças, pois possuem fórmulas que selam as cutículas dos fios.

4. Protetor térmico também hidrata o cabelo — VERDADE

protetor termico tambem hidrata os cabelos

Como vimos nos tópicos anteriores, o protetor térmico é bem versátil e produz vários benefícios. O processo de proteção dos fios vem acompanhado da hidratação que, por sua vez, proporciona o selamento das cutículas.

Esse produto possui uma pequena quantidade de silicone que, por criar uma fina película de proteção contra o calor, acaba por preservar a água que existe nos fios, proporcionando também brilho aos seus cabelos.

5. Aplicar muito protetor térmico deixa o cabelo mais protegido — MITO

aplicar muito protetor termico deixa o cabelo mais protegido

O excesso raramente é bom e pode causar o efeito de peso ou excesso de oleosidade. A quantidade de produto correta é pequena, mas tem que dar conta da aplicação em toda a extensão dos fios. Mais especificamente, essa quantidade varia entre uma colher de sopa e uma colher de chá. Mas lembre-se: avalie o tipo e a quantidade de cabelo.

O modo correto de aplicação é com os fios ainda úmidos. Mas não se trata de umidade em excesso, utilize uma toalha para ajudar nessa secagem.

6. Protetores térmicos prolongam o efeito da escova — VERDADE

protetores termicos prolongam o efeito da escova

Não só mantém os cabelos modelados por mais tempo, como facilitam o processo de escovação ou de alisamento com a prancha. Isso porque os protetores térmicos fecham as escamas dos fios capilares.

7. Proteção térmica em versão serum frita o cabelo — MITO

protecao termica em versao serum frita o cabelo

Mito que não se aplica a nenhuma das versões (mousse, spray, creme ou serum) do produto. O produto tem efeito exatamente contrário — ele protege do excesso de calor que causa danos ao cabelo.

O mito se justifica pela ideia que a junção de óleo e calor resultam em fritura. No entanto, os serums para aplicação capilar têm uma lógica de combinações de ativos diferente. Os protetores térmicos (em todas as versões) não apresentam apenas óleos vegetais em sua composição, há também a presença do silicone, que tem como uma das suas funções a proteção térmica.

8. Não basta usar o antifrizz, a proteção térmica é necessária — VERDADE

nao basta usar o antifrizz a protecao termica e necessaria

São produtos com funções diferentes. O defrisante serve para evitar o efeito frizz — aquele arrepiadinho dos fios. Ele também facilita o uso da chapinha no cabelo. Já a proteção térmica é responsável por fazer com que seu cabelo não seja danificado nesses procedimentos térmicos.

No entanto, o contrário é possível e ocorre com frequência. A maioria dos protetores térmicos, oferecem ação/efeito antifrizz.

 

Via: Aneethum
http://blog.aneethun.com/

shutterstock_178444052

10 Dicas para cuidar da sua pele no inverno

By | Dicas | No Comments

Confira as 10 principais dicas para manter a pele saudável e bonita também na estação mais fria:

1. CUIDADO COM OS BANHOS.

Evite banhos quentes, prolongados e com muito sabonete. A água quente provoca a descamação da pele e retira a camada protetora, deixando-a ainda mais seca e desidratada, predispondo a um maior ressecamento e às dermatites.

2. FAÇA ESFOLIAÇÃO, MAS COM CAUTELA.

Evite muitas esfoliações e uso de esponjas no corpo e rosto nesta época.

3. HIDRATE SEMPRE O CORPO.

O ideal é passar um creme hidratante corporal na pele duas vezes por dia, uma vez pela manhã e outra à noite.

4. CUIDADO COM A HIDRATAÇÃO DO ROSTO.

Reaproveitar o hidratante corporal para o rosto é um erro que muitas pessoas cometem sem saber. Não devemos usar o mesmo produto do corpo na face porque a quantidade de substâncias oleosas é sempre maior nos produtos corporais, além disso não são produtos adequados para todos os tipos de pele.

5. DÊ ATENÇÃO ESPECIAL AOS LÁBIOS.

Os lábios também sofrem com a ação do frio, podendo até rachar. Não esqueça do protetor labial. Dê preferência aos que possuem fotoproteção.

6. NÃO ESQUEÇA DAS MÃOS E DOS PÉS.

No Inverno, as mãos e os pés também ressecam mais. Os cremes com vitamina E, uréia e glicerina podem ajudar muito.

7. PROTETOR SOLAR É TAMBÉM PARA O INVERNO.

Não deixe de usar o protetor solar diariamente. Apesar de os raios UVA e UVB estarem menos intensos que no verão, a proteção solar se faz necessária. O ideal é passar um creme hidratante com filtro solar no corpo e no rosto todos os dias.

8. MANTENHA A HIDRATAÇÃO INTERNA DO CORPO.

A hidratação também é feita de dentro para fora. É comum que no tempo frio, devido a menor perda de água pelo corpo, as pessoas não tomem tanta água como no verão, o que é errado, pois a ingestão diária de água deve ser, em média, de 2 litros. Você pode variar bebendo águas saborizadas, sucos e chás sem cafeína, como de hibisco, camomila, erva-doce e laranja.

9. ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA.

Como sempre, o tratamento de qualquer problema de saúde no corpo deve passar pela alimentação. A tendência em estações frias é ingerir com maior frequência alimentos gordurosos. Manter uma alimentação mais saudável com frutas e verduras é fundamental! Inclua na dieta alimentos ricos em vitaminas e nutrientes, que combatam os radicais livres e tratem a pele, combatendo o ressecamento. Invista em morangos, framboesas, laranjas, tangerinas, limões, brócolis, repolho e cenoura.

10. BOA ÉPOCA PARA TRATAMENTOS ESTÉTICOS.

O lado positivo do Inverno é que a ausência de sol forte beneficia diversos tratamentos. Essa estação é excelente para peelings químicos, procedimentos a laser, para remoção de manchas ou rejuvenescimento, bem como a depilação definitiva.

Cuide da saúde da sua pele e curta o melhor da estação!